Como comprar carro em leilão?

Como comprar carro em leilão?

 

Como comprar carro em leilão?

O que é leilão?

O leilão é uma modalidade de venda ao público que se caracteriza por vender os bens materiais em questão a uma melhor oferta, ou seja, o bem mencionado é ofertado sem o estabelecimento de um valor pré-determinado e vendido a quem pague o melhor preço.

No entanto, pode acontecer que o proprietário do bem decida estabelecer um preço base, ou seja, o produto não poderá ser vendido abaixo do valor determinado.

Como comprar carro em leilão?

Esteja atento o edital – É nada menos que o documento com todas as informações sobre o leilão, como regras, taxas, estado do veículo, etc.

Faça uma boa vistoria – É na visita de vistoria que analisamos alguns itens que podem dar problema. Por exemplo, se as portas estão alinhadas e como está o motor. Também olhamos a tonalidade da pintura, que pode mostrar que alguma peça já foi trocada ou que houve repintura.

Cuidado com o preço – Apesar dos veículos de leilão serem até 50% mais baratos em relação à tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), você dificilmente conseguirá revender o veículo pelo valor de tabela. Os veículos de leilão costumam ser revendidos de 5% a 10% abaixo da tabela.

Leilões judiciais e de seguradoras devem ser evitados – São os mais arriscados. Como os judiciais estão relacionados a processos na Justiça, o dono do veículo pode entrar com uma liminar e atrapalhar a regularização. Nos leilões de seguradoras, os veículos são sinistrados, difíceis de regularizar.

 

Lembre-se das taxas – Além do arremate do leilão, você terá que pagar outras taxas. Por exemplo, 5% do valor de arremate que vai para o leiloeiro, taxas administrativas que variam com o preço do carro e a diária do pátio. Todos os valores estão mencionados no edital.

Tenha certeza da compra para dar um lance – Não é permitido cancelar um lance em um leilão público. Caso você arremate o veículo e desista da compra, terá que pagar várias taxas. Será preciso arcar com a prestação do serviço de leilão público, que vai ter a incidência dos 5% de taxa do leiloeiro e das taxas administrativas e de pátio relativas àquele veículo.

Quais são os riscos de comprar carro em leilão?

Não é permitido testar o veículo – É enorme a quantidade de carros para leilão, de maneira que o poder público e as empresas que organizam esses eventos não têm como promover a checagem de todos os automóveis, um a um, por seus eventuais compradores.

Não se sabe com precisão se o carro tem dívidas ou pendências judiciais – Usualmente, o edital indica o histórico do carro, de forma que o comprador saberá se o veículo passou por acidentes, por desastres com perda parcial ou por casos fortuitos, como enchentes e danos com fogo. Mas o automóvel poderá trazer outros apontamentos prejudiciais, como multas, parcelas não pagas de financiamento ou o IPVA atrasado. Vale a pena, nesses casos, fazer uma consulta veicular para constatar a real situação do automóvel consultado.

O acesso à documentação pode ser demorado – O prazo para a entrega dos documentos do carro varia bastante conforme o caso e existe uma previsão no catálogo em que é distribuído o leilão. Porém, isso pode demorar meses, o que é bastante negativo para quem deseja utilizar rapidamente o veículo, tanto com a ideia de o revender quanto para o seu uso pessoal.

O seguro pode ficar caro – A empresa seguradora poderá cobrar mais caro quando os veículos tiverem sofrido colisão ou forem recuperados de sinistros, como roubos e furtos. Algumas coberturas, inclusive, poderão ser recusadas, dependendo do estado geral do carro.

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Excelente
  • Ótimo
  • Bom
  • Regular
  • Indiferente
Sending
User Review
0 (0 votes)

Brasil Consultas

Sistema Online de consultas de dívidas e informações cadastrais de CPF, CNPJ e Veículos.

Adicione um comentário