Previdência privada: o que é e como funciona?

Previdência privada- o que é e como funciona? 2

Previdência privada: o que é e como funciona? 

O que é 

Previdência privada é uma alternativa de aposentadoria complementar para aquelas pessoas que buscam se aposentar ganhando mais do que a previdência social fornecida pelo serviço público (INSS). 

Nos planos de previdência privada, é possível escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela será feita, e o valor investido em um plano de previdência privada pode ser resgatado pela pessoa se ela desistir do plano. 

Quem pode fazer 

Hoje em dia as seguradoras oferecem diferentes tipos de planos de previdência, desenhados para atender a necessidades igualmente distintas. 

O mercado oferece planos para você, para as crianças e também para os funcionários de sua empresa. 

Planos 

No Brasil, existem dois planos de previdência privada que todos podem fazer: o Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) e o Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL). 

Quanto aos demais planos oferecidos e específico de cada investidora, é importante estar atento à forma de cobrança de impostos. 

1) Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) 

Permite abater da base de cálculo do IR os aportes realizados anualmente ao plano até um limite máximo de 12%(*) da renda bruta tributável do investidor. 

É indicado para as pessoas que optam pela declaração completa do Imposto de Renda. 

Essa dedução não significa que os aportes feitos na Previdência são isentos de IR. Haverá incidência do IR sobre o valor total do resgate ou da renda recebida quando eles ocorrerem. 

2) Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL) 

Não permite abater do IR os aportes ao plano. 

Indicado para quem usa a declaração simplificada ou é isento ou para quem já investe em um PGBL, mas quer investir mais de 12% de sua renda bruta em previdência privada. 

O IR incidirá apenas sobre os rendimentos do plano e não sobre o total acumulado. 

Acumulação de reserva: A fase de acumulação é o período em que o cliente utiliza parte de sua renda para fazer contribuições periódicas ao plano que contratou. 

Nesta fase, o cliente deverá estar bem informado sobre o regime de tributação escolhido, sobre a periodicidade e valores de contribuições, as diferentes opções de benefícios de risco e como rende seu dinheiro. 

Utilização da reserva: Esta é a fase em que você usufrui da reserva acumulada, seja na forma de recebimento de uma renda mensal ou do resgate total do plano. 

Tipos de taxas 

As empresas de previdência complementar costumam cobrar três tipos de taxas dos participantes: carregamento (sobre cada contribuição), gestão (anual) e saída (no momento do resgate). 

Dúvidas 

A Susep oferece atendimento ao público de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 9h30 às 17h, pelo telefone 0800-21-8484. Na Internet, dúvidas podem ser enviadas pelo site da entidade através do link: 

Também é possível tirar dúvidas pessoalmente, no mesmo horário do atendimento telefônico, na sede da Susep, localizada no Rio de Janeiro, na Rua Buenos Aires, 256, ou nas regionais: São Paulo – Rua Formosa, 367 – 26º andar  

Brasília – Setor Bancário Sul, Quadra 1 – Bloco K – 13º andar Porto Alegre – Rua Coronel Genuíno, 421 – 11º andar 

  • Excelente
  • Ótimo
  • Bom
  • Regular
  • Indiferente
Sending
User Review
0 (0 votes)

Brasil Consultas

Sistema Online de consultas de dívidas e informações cadastrais de CPF, CNPJ e Veículos.

Adicione um comentário