O que é Rating?

Rating é a emissão de uma opinião sobre a capacidade de um devedor pagar suas dívidas, e o devedor pode ser um Estado, um município, uma empresa, um grupo empresarial ou até mesmo uma pessoa.

O principal objetivo do rating é fazer com que os credores obtenham uma avaliação da qualidade do devedor no momento de efetuar um empréstimo em dinheiro, e é através dessa avaliação que é definida o valor da taxa de juro.

Ou seja, quem tem um rating ruim, pagará uma taxa de juro maior, já quem tem uma rating boa, paga taxa de juro mais baixa.

A publicação de uma nota de risco de crédito é feita por especialistas de agências gabaritadas que avaliam além da situação financeira, as condições do mercado mundial e a opinião de especialistas da iniciativa privada, fontes oficiais e acadêmicas.

Todo rating é obrigatoriamente aplicado a títulos de dívida de algum emissor, se uma empresa quer captar recursos no mercado e oferece papéis que rendem juros a investidores, a agência prepara o rating desses títulos para que os potenciais compradores avaliem os riscos.

Veja também como consultar CPF pelo nome da pessoa

Consulte seu CPF Grátis pelo computador ou celular

As agências de Rating

As três agências mais conhecidas e mais credenciadas mundialmente falando são: a Standard & Poor’s , a Fitch e a Moody’s.

Essas agências são constantemente utilizadas por governos pois suas notas são altamente decisivas para tomadas de decisões de investimento no mercado nacional para que o país possa atrair recursos estrangeiros.

Essas agências classificam suas notas fundamentadas em três níveis:

1) grau de investimento (país seguro de investir)

2) grau especulativo (risco de inadimplência)

3) default (quando o país declara moratória).

A agência Moody’s atribui a classificação AAA como a melhor que um país pode receber e a pior é C. Para a Standard & Poor’s e para a Fitch a melhor é AAA e a pior D.

Graus de investimento

O rating possui dois tipos de graus de investimento, o grau especulativo e o grau de investimento.

No grau especulativo há grandes chances de inadimplência, porém o investimento por ser de risco costuma conter melhor rentabilidade.

Já o grau de investimento oferece maior segurança para o investidor e menores chances de calote e a rentabilidade costuma ser menor já que a segurança do investimento muito maior.

  • Excelente
  • Ótimo
  • Bom
  • Regular
  • Indiferente
Sending
User Review
0 (0 votes)

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Consultar Nome Sujo no SPC