Como comprar ações?

Como comprar ações?Como comprar ações?

O que são ações?

Ações são pequenas partes de uma empresa.

Quando uma companhia se torna aberta, o patrimônio dela é dividido em várias cotas, que são distribuídas para os investidores.

Eles se tornam donos dessa empresa. É como se você tivesse um pedacinho de cada prédio, de cada veículo ou bem que ela possua. Quanto mais ações você tiver, maior é a sua parcela.

Vantagens de investir em ações

Não é preciso muito dinheiro para começar;

Você recebe dividendos periodicamente;

Potencial de boa rentabilidade no longo prazo;

Você pode comprar ou vender suas ações no momento em que quiser;

É possível alugar suas ações fazendo um empréstimo de ativos e ganhar um rendimento extra;

O Imposto de Renda (IR) sobre os rendimentos é cobrado apenas na saída do investimento e se o resgate for maior do que R$20 mil.

Como escolher as ações

Deve-se trabalhar com ações de qualidade, geralmente elas são boas e tem um volume grande de negócio que facilita a venda na hora da necessidade.

É melhor comprar ações que já caíram de preço, mas estão numa tendência de alta.

Compare o preço histórico da ação com a média de preço das ações do ramo.

Compre somente no recuo dos preços. Olhando para qualquer tendência de alta, nota-se que os preços recuam de vez em quando.

Não compre ação sem tendência definida ou em tendência de baixa na esperança de que ela pode subir.

Formas de investir

Você escolhe as ações que deseja comprar e transmite a ordem para a corretora por telefone ou internet.

Comprar ações significa ter “pedaços” de uma empresa e se tornar sócio dela.

Gera dividendos (parcela do lucro da empresa distribuída entre os acionistas);

Você pode comprar ou vender quantas e quais ações quiser, quando quiser;

Você pode emprestar suas ações por meio do Banco de Títulos.

Taxas

Não existe um valor mínimo para investir em ações. Cabe a você fazer as contas para saber se a taxa cobrada vai pesar no seu investimento.

Por exemplo: se você investir R$100,00 em ações e sua corretora cobra R$10,00 de taxa de custódia e R$8,00 pela taxa de corretagem, você vai precisar de um rendimento maior do que R$18,00 (taxa de custódia + taxa de corretagem).

Riscos

As ações são investimentos de renda variável, pois apresentam mais variação no valor aplicado e maior potencial de rentabilidade. Só deve investir em ações quem tem recursos para serem aplicados no longo prazo e tolerância para as variações no valor da aplicação.

O detalhe importante no momento da decisão é que, em termos de risco, ambas se equivalem: quando o investidor adquire ações, esses papéis não ficam sob a guarda da corretora de valores, mas sim, sob custódia da CBLC (Câmara Brasileira de Liquidação e Custódia).

O risco da corretora surge quando o poupador deixa dinheiro parado em sua conta nessa empresa.

 

Sending
User Review
0 (0 votes)

Brasil Consultas

Sistema Online de consultas de dívidas e informações cadastrais de CPF, CNPJ e Veículos.

Adicione um comentário