Até quando posso fazer o registro de nascimento de uma criança?

Até quando posso fazer o registro de nascimento de uma criança?

Dentro do prazo de 15 dias do nascimento, para o pai realizar o registro e 45 dias para a mãe, pode ser feito tanto no Registro Civil de Pessoas Naturais (RCPN) que atende a região do Hospital em que o bebê nasceu, quanto no RCPN que atende a região onde moram os pais.

Após 15 dias do parto, o registro de nascimento só pode ser feito no RCPN que atende a região onde moram os pais.

OBS.: A) Pais com 16 e 17 anos podem realizar o registro sem serem assistidos por seus responsáveis.

  1. B) O pai com 15 anos só poderá registrar o filho mediante mandado judicial, e a mãe com 15 anos, independente de mandado judicial, pode realizar o registro do filho, desde que representada por um responsável ou pelo conselho tutelar.

É possível sair da maternidade já com o registro?

Em algumas maternidades existe o que chamamos de “Posto de Atendimento” dos Serviços de Registro Civil das Pessoas Naturais.

Nesses casos, a criança já pode sair da maternidade com sua Certidão de Nascimento.

Verifique se o hospital onde foi dada a luz disponibiliza este serviço, conforme basta verificar se existe uma sala do Cartório dentro do hospital.

Quais os documentos são necessários para registrar a criança?

O primeiro documento a ser apresentado é a Declaração de Nascido Vivo, conhecida como D.N.V., um documento que é fornecido pelo Hospital ou Casa de Saúde aos pais do nascido.

Se a criança nasceu em casa, a D.N.V. deverá ser preenchida na Unidade de Saúde Pública mais próxima do local do nascimento.

A via amarela da D.N.V. ficará arquivada no RCPN que fará o registro.

Os pais, se forem casados, devem apresentar também a Certidão de Casamento. Mesmo não sendo casados, o pai poderá fazer a declaração do nascimento e, assim, seu nome constará no registro da criança.

O declarante do nascimento deve levar um documento de identidade e CPF, sendo obrigatório levar um documento de identificação da mãe.

OBS.: Os cartórios já estão emitindo o CPF para as crianças recém-nascidas juntamente com a certidão de nascimento, sendo ambos gratuitos, verifique se o cartório por você escolhido fornece esse serviço

A mãe solteira poderá indicar o nome do pai?

Sim. Nos casos de criança apenas com a maternidade estabelecida, a mãe poderá, se quiser, declarar o nome do suposto pai para que seja feita a averiguação de paternidade.

Os dados do suposto pai não constarão do registro, mas sim do Termo de Alegação de Paternidade, cabendo ao Serviço do RPCN tomar as providências necessárias.



Sending
User Review
0 (0 votes)

Brasil Consultas

Sistema Online de consultas de dívidas e informações cadastrais de CPF, CNPJ e Veículos.

Adicione um comentário